Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 14/07/2016

Atualidades

Brasil vai pedir à França informações sobre trama terrorista na Olimpíada

Jornal francês publicou que EI planejava ataque à delegação francesa



O ministro da defesa, Raul Jungmann, disse que vai pedir informações oficiais ao governo da França sobre um suposto plano de atentado terrorista durante a Olimpíada do Rio. O assunto foi publicado em jornais franceses.

O jornal francês Libération publicou que o Estado Islâmico planejava um atentado terrorista contra a delegação francesa na Olimpíada. As informações vieram do chefe do serviço de inteligência francês durante uma audiência fechada no Parlamento, no fim de maio.

Ele disse que o responsável pelo ataque seria um brasileiro ligado ao grupo terrorista. O chefe do serviço de inteligência não revelou o nome do suspeito e afirmou que o brasileiro pode estar fora do país. Disse também que a informação foi passada pelo serviço de inteligência de outro país, um dos parceiros da França no combate ao terrorismo.

Em Brasília, o ministro-chefe do gabinete de Segurança Institucional declarou que todos os riscos estão sendo considerados.

“É possível haver? É. Por que é possível? Porque é uma grande aglomeração de pessoas, há países que estão com problemas, é um evento que traria repercussão para qualquer fato dessa natureza, consequentemente, e é uma possibilidade. Consequentemente, a gente, por este fato, eleva o risco para o nosso planejamento. Então isso quer dizer que todo o sistema de segurança está alerta para essa possibilidade”, afirmou o general Sérgio Etchgoyen.

Já o ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que o governo brasileiro pediu ao governo francês informações oficiais sobre a suposta participação de um brasileiro no planejamento de um ataque terrorista. “Nós esperamos uma informação definitiva e oficial da França, porém o que importa aqui dizer é que nenhum dos serviços de inteligência que são praticamente 100 deles ao redor do mundo nos confirmou até agora alguma ameaça potencial à realização das Olimpíadas no Brasil”, afirmou.

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil