Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 28/09/2016

Atualidades

Confiança da indústria atinge maior nível desde julho de 2014

Melhoraram as avaliações sobre o presente e a expectativa sobre futuro. Nível de utilização da capacidade instalada também foi o maior desde 2015.

Confiança da indústria melhorou, segundo a FGV.


A confiança da indústria aumentou e atingiu o maior nível desde julho de 2014. O avanço do indicador foi de 2,1 pontos, para 88,2 pontos, o maior nível desde julho de 2014, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Dos 19 segmentos da indústria pesquisados, 12 registraram alta, influenciada tanto pela melhora das expectativas quanto das avaliações sobre a situação atual.

“Em setembro o ICI retoma a trajetória de alta iniciada em abril, depois de breve interrupção no mês anterior. O setor continua desapontado com a lentidão da recuperação da demanda interna, mas começa a apresentar maior otimismo no horizonte de seis meses”, afirma Aloisio Campelo Junior, Superintendente de Estatísticas Públicas da FGV/IBRE, por meio de nota.

O Índice de Expectativas (IE) avançou 2,5 pontos, para 89,8 pontos, o maior desde junho de 2014 (90,3 pontos). O indicador que mede o grau de otimismo com a tendência dos negócios nos seis meses seguintes exerceu a maior contribuição para a alta do subíndice, atingindo o maior patamar desde dezembro de 2014 (91,0 pontos).

Já o Índice da Situação Atual (ISA) aumentou 1,5 ponto, para 86,7 pontos, o maior desde janeiro de 2015 (88,4 pontos). A melhora nas percepções sobre o momento presente foi influenciada pela evolução favorável dos estoques.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) aumentou 0,9 ponto percentual em setembro em relação ao mês anterior, para 74,7%, o maior desde dezembro de 2015.


g1.globo.com