Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 03/02/2017

Atualidades

Brasil vive o pior surto da história de febre amarela silvestre; vacina é a melhor prevenção

As áreas com recomendação de vacina devem ser levadas a sério. Se você mora nessas áreas, procure um posto de saúde. Agora, quem não vai viajar e não mora em áreas de recomendação, não precisa se preocupar.


Brasil vive o pior surto da história de febre amarela silvestre


O Brasil vive o pior surto da doença que mata uma em cada cinco pessoas. No Bem Estar, o infectologista e consultor do programa, Dr. Caio Rosenthal explicou que a vacina é a melhor forma de proteção. Mas será que todo mundo tem que ir correndo se vacinar?


Se você mora em área de risco ou pretende viajar nos próximos dias, faça a vacinação o quanto antes. Dr. Márcio Henrique Garcia, coordenador de Vigilância e Emergências em Saúde Pública do Ministério da Saúde, explica porquê.


Não há motivo para correria e antes de se vacinar, alguns pontos devem ser observados, como mostra o quadro abaixo:



Idosos, gestantes e lactantes têm de falar com o médico antes de tomar a vacina. Portadores de doenças autoimunes ou com histórico de doença do timo também.

Não devem tomar a vacina menores de 6 meses e pessoas que estejam com doença febril aguda, tenham histórico de reações anafiláticas ao ovo de galinha e à gelatina e pessoas em tratamento com imunossupressores.


Perdi a carteirinha, não sei se vacinei: vá ao posto em que costuma se vacinar e tente uma segunda via. Se não der certo e estiver em área de recomendação ou se dirigindo a ela, vacine. No Brasil a imunização é feita com duas doses, a segunda depois de 10 anos da primeira.


Os macacos devem ser protegidos e suas mortes comunicadas às autoridades de Saúde. Eles também são vítimas da doença e ao mesmo tempo sentinelas, cujas mortes alertam que um inimigo está próximo.






g1.globo.com