Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 02/09/2016

Atualidades

Professores estão entre presos em operação contra a pornografia infantil

Operação 'Peter Pan' é realizada em várias cidades do interior de SP. Mandados são cumpridos nas regiões noroeste, oeste e centro-oeste.


Policiais fazem perícia em material apreendido durante operação

Pelo menos 64 pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (2) em uma grande operação contra a pornografia infantil em várias cidades do interior de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, a operação ainda está em andamento e novas prisões podem ser feitas até o fim do dia.

A operação, batizada de "Peter Pan", começou às 6h, em quatro regiões do interior do Estado: São José do Rio Preto, Araçatuba, Presidente Prudente e Bauru. Ainda conforme a polícia, 350 policiais saíram para cumprir 77 mandados de busca e apreensão e recolheram computadores, tablets, celulares, notebooks, pen-drives, HDs e CDs com pornografia infantil.

As prisões foram feitas em cidades das regiões de São José do Rio Preto (SP), Araçatuba (SP), Bauru (SP) e Presidente Prudente (SP).

Na região de Rio Preto, 14 pessoas foram presas em flagrante até o início da tarde. Em Bálsamo (SP), um professor que dava aulas de informática para crianças entre três e 10 anos foi preso. A suspeita da polícia é de que ele usava o computador da escola para repassar o material. Em Cosmorama (SP), outro professor aposentado é suspeito do crime. Em Guapiaçu (SP), um torneiro mecânico de 37 anos também foi levado para a delegacia.

Um dos suspeitos levados para a delegacia foi ouvido e ajuda na investigação. É um frentista que morava com a mãe no Jardim do Bosque, em São José do Rio Preto (SP). No computador dele tinha material pornográfico. Ele deverá ser levado para a cadeia pública de Catanduva (SP), para onde todos os outros presos também serão levados.

No Jardim Antoniete, também em Rio Preto,  um entregador de pizza de 23 anos foi preso. Com ele foram encontrados tablets, celulares,  dispositivos de armazenamento de dados e um computador portátil. Os policiais constataram que ele disponibilizava imagens e vídeos para serem compartilhados. No Jardim Maria Lúcia, com um vendedor de 46 anos foram encontrados mais material pornográfico e tudo foi levado à delegacia para ser analisado pelos técnicos.

Região de Araçatuba

Na região de Araçatuba (SP), duas pessoas foram presas em Penápolis (SP), duas em Ilha Solteira (SP), duas em Birigui (SP) e uma em Buritama (SP). A polícia encontrou material pornográfico nos computadores deles - fotos e vídeos de crianças e adolescentes.

Em Penápolis, em uma casa as buscas começaram bem cedo. Na Vila Altimari, a polícia encontrou fotos e vídeos de pornografia infantil em dois computadores. Um homem de 31 anos confessou que armazenava e compartilhava material pornográfico de crianças e adolescentes e foi preso em flagrante.

Outro mandado de busca e apreensão foi cumprido no Jardim Ipê na casa de um agente penitenciário de 60 anos. Com ele, a polícia também apreendeu um computador com várias fotos e vídeos de pornografia infantil. O agente trabalhava na penitenciária de Avanhandava. Ele foi preso em flagrante.

 
Policial analisa material apreendido em casa na região noroeste paulista.

Região de Bauru
Na região Centro-Oeste,  29 pessoas foram presas em flagrante. Na área da delegacia seccional de Jaú (SP) foram presas duas pessoas na cidade, duas em Dois Córregos, uma em Bariri e uma em Barra Bonita. Em todos os casos, os policiais foram cumprir mandados de busca e apreensão e os suspeitos foram presos em flagrantes por causa do material encontrado nos computadores e celulares.

Região de Prudente
No Oeste Paulista, foram presos 14 homens e cumpridos 14 mandados de busca e apreensão domiciliares. Segundo o delegado José Carlos de Oliveira Júnior, foram seis pessoas presas em Presidente Prudente, uma em Álvares Machado, uma em Mirante do Paranapanema, duas em Dracena, uma em Junqueirópolis, uma em Adamantina, uma em Santo Anastácio e uma em Tupi Paulista. Nesta última cidade, também foram localizados arquivos de pornografia.

No interior das residências dos autores, conforme a Polícia Civil, foram encontrados pelos agentes computadores pessoais – que foram apreendidos – com registros contendo cenas de sexo explícito e pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.


http://g1.globo.com/