Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 06/02/2019

Fique por dentro

Missionários da IEQ realizam impacto em aldeias indígenas

SGM envia missionários para evangelizar diversas etnias no Brasil


O Imersão Indígena 2019 contou com a participação de 13 pessoas sendo 5 do Estado de São Paulo, 1 do Rio de Janeiro, 1 de Minas Gerais, 1 do Rio Grande do Sul, 3 de Boa Vista – Roraima e 1 da comunidade indígena do Milho também em Roraima. O trabalho também contou com uma equipe composta por 11 pessoas sendo eles os missionários e obreiros do CIMQ, dentre outros voluntários.


Representando o estado de Minas Gerais, a missionária Esther Oliveira contou sobre os dias de aprendizado e muito trabalho que teve no impacto: “Vê, se compadecer e agir. Os Povos indígenas precisam conhecer o verdadeiro Deus e entenderem que são amados. Jesus também morreu por eles. Mas como ouvirão se não há quem pregue (Romanos 10:14,15). Estes, são um campo maduro para a colheita, o que necessita é de trabalhadores que se disponham a interceder, contribuir e ir.” Ela continua e diz sobre sua experiência: “Estou impactada com o projeto e todo o trabalho realizado. Nós nos envolvemos e vimos o agir de Deus e que a sua misericórdia alcança à todos”, pontua.


O tempo prático ocorreu em duas comunidades indígenas: Jawarí e Jabuti. E no período de 15 dias os voluntários e a equipe do CIMQ puderam auxiliar a comunidade em suas tarefas como produzir a farinha que é base da alimentação, fazer tijolos, realizar cultos para adultos e crianças, visitas nos lares, escola Bíblica, futebol evangelístico com jovens e adolescentes e tardes evangelísticas com crianças.


Abaixo segue os dados quantitativos do tempo prático:

– Número de lares visitados: 26 casas.

 Número de adultos/ jovens e adolescentes alcançados: 195

– Número de Crianças e juniores alcançados: 156

– Número de adultos que aceitaram à Cristo ou se reconciliaram: 13

– Número de crianças que aceitaram à Cristo: 68


O Centro Indigena Missionário Quadrangular (CIMQ)

A Secretaria Geral de Missões, tendo em sua base atender a todos os povos e etnias, envia missionários às comunidades indígenas com o propósito de aprender a língua, cultura e costumes, a fim de desenvolver um trabalho de evangelização.


Hoje, no Brasil, existem mais de 300 mil índios com cerca de 340 etnias distintas e mais de 180 línguas diferentes. Devido à complexidade da língua indígena, apenas 26 possuem o Novo Testamento completo traduzido em seus idiomas e outras 59 com traduções inacabadas. Com isso, há um grande desafio missionário, pois mais de 120 tribos necessitam da tradução das Escrituras.


Neste sentido, a SGM desenvolve um trabalho missionário que visa levantar lideranças indígenas que possam pastorear os próprios índios através de relacionamento, testemunho, discipulado e tradução da Bíblia. Hoje há projetos com as etnias Kaxinawás, Parakanãs, Macuxis e Pataxós.


A etnia Kaxinawá está localizada no estado do Acre. Os missionários nesta região realizam reuniões todos os dias com a comunidade, trabalham com treinamento de líderes autóctones e desenvolvem projeto de alfabetização.


Outro projeto é o dos Parakanãs, localizado no estado do Pará, onde é desenvolvido o trabalho de alfabetização e reforço em escolas, preparo de materiais didáticos e tradução da Palavra de Deus na língua nativa.



Quadrangular MG